quinta-feira, 7 de junho de 2012

Sistema Monetário Brasileiro- Plano de aula

SISTEMA MONETÁRIO BRASILEIRO
Conteúdo: Sistema monetário brasileiro, adição, subtração, ordem crescente, números ordinais escrita por extenso de valores, relações interpessoais, oralidade, leitura de material de divulgação, situação problema, produção textual coletiva e individual.

Aula 01
Cronograma: 3h,  podendo variar de acordo com o número de alunos
Material: cartelas de dinheiro notas e moedas e o cartaz com as colunas

Uma boa estratégia para se trabalhar com Sistema Monetário é incentivar bastante sua aula. Então vamos deixar as crianças perceberem que estão brincando, enquanto isso, elas não sabem que estão aprendendo. Vamos lá? Falaremos de estratégias , porque os objetivos você sabe quais são.
Passo 1- Adquira  10  cartelas de dinheiro  que se vende em lojinhas de R$1,99 e separe o dinheiro por valor e coloque um clips;
Passo 2- Faça uma pesquisa da história do nosso dinheiro (real, cruzado, cruzado novo, réis, etc) tenha essas informações na ponta da língua;
Passo 3- Distribua o dinheiro para as crianças( montinho de R$ 20,00, R$ 5,00),  solicite que  mantenha o clips  para não misturar valores diferentes para que você professor possa contar de 20 em 20, 5 em cinco, etc;
Passo 4- Anote no quadro o nome de cada aluno(a);
Passo 5- Solicite para que olhem para o montante de dinheiro e calcule mais ou menos que valor tem em mãos, anote no quadro o cálculo mental que fizeram;
Passo 6- Agora é hora de abrir outra coluna no quadro para anotar o valor real que possuem. Para isso será necessário que você chame o primeiro aluno da lista e confira, pedindo ajuda aos demais alunos para ajudar na conferencia. Então comece a contar: João tem notas de 20 e 5 reais. Contemos as notas de 20. 20, 40, 60... anote numa folha. Contemos as notas de 5 reais, 5, 10, 15... Então João tem _____________, assim estará fixando conteúdo trabalhados anteriormente, sequencia numérica. Anote;

Abra outra coluna: agora que sabemos quanto cada um tem,  você, professor, explorará os dados que tem no quadro oralmente. Quem tem mais dinheiro? Quem tem menos? Alguma criança tem valor igual a outra? Então, agora vamos colocar esses valores em ordem decrescente. Passe a perguntar quem tem mais dinheiro e anote, quem tem um pouquinho a menos... anote,  então faça com eles a ordem decrescente dos valores, até que termine as anotações;

Agora é sua hora de anotar o que está no quadro. Nome e valor que cada criança recebeu,  para então colocar num cartaz e então propor à classe a formulação de problemas de acordo com esses dados e você vai ajudá-los construir coletivamente (uns três), logo depois solicite que copiem no caderno e resolvam. Assim, eles terão menos dificuldade com resolução de problemas.  Não se esqueça de usar o R$ antes das quantias citadas nos problemas.
Obs: Se você preferir pode ir anotando direto no cartaz de papel pardo. Faça as colunas e só  vá relacionando os dados, fica mais prático.

Aluno
Cálculo mental
Cálculo real
Ordem decrescente
Posição/ Escrita por extenso
João



1° seiscentos reais
Augusto



2° novecentos e cinquenta e cinco reais

Ex: 1- Aluno A tem tantos reais,  aluno B tantos reais. Quantos reais o aluno A tem a mais que o aluno B?
2-Aluno A tem __________, aluno C tem __________.  Quantos reais os dois tem juntos?
Dessa forma o problema fica mais palpável, real. As crianças conseguem perceber melhor que aprendemos a resolver problemas e fazer contas porque precisamos na vida prática.

Aula 02
Cronograma: 2h e 30min
Material: Encartes de hipermercado

Passo 1- Dirija-se até a um hipermercado e solicite a quantidade de encartes necessários para sua classe, um para cada aluno.
Passo 2 – Em sala, distribua os encartes. Converse com as crianças sobre preços das coisas. Deixe que eles tenham bastante contato com o material antes de começar o trabalho. Vá fazendo perguntas que os induzam verificar o preço dos alimentos e etc. Pergunte quais desses alimentos/objetos e coisas seus pais compram no mês e a quantidade.
Passo 3- Construa coletivamente problemas com eles, envolvendo a operação já trabalhada. Ex:

 Mamãe comprou um pacote de arroz por R$ 8,99, uma margarina por R$ 2,99. Quanto mamãe gastou? Quanto recebeu de troco, se pagou com uma nota de R$ 50,00?

Este problema deverá ser concluído utilizando o dinheirinho de brinquedo, para que eles possam perceber a importância da aula. Construa um problema de cada vez e o resolva, sem fadiga. No máximo uns 5.
Aguarde e assegure que todos participem da elaboração de hipóteses para resolução dos problemas, não dê respostas prontas. Lembre-se: quem deve aprender são eles, você já sabe.

Aula 3 – Mercadinho
Cronograma: 2h e 30min
Material: dinheirinho nota e moeda e os objetos da sala para serem hipoteticamente vendidos.

Passo 1- Separe algumas coisas que você tem na sala como livros, lápis, canetas, pincéis, etc  e com a ajuda das crianças coloque os preços, mais ou menos de acordo com o preço real com que custam no mercado.
Passo 2- Faça grupos de 5 alunos e classifique junto com a classe o que você separou para ser vendido  em alimentos, material escolar, material de limpeza e etc.
Passo 3 - Divida os grupos entre grupo Vendedores e Consumidores. E, pronto! Brinque de mercadinho. Acompanhe todas as transações de vendas para verificar se o troco dado está correto. Se eles errarem, Não diga que errou, mas que se equivocou com o troco. De forma sucinta, o ajude a dar o troco correto. Ah... defina a quantidade de produto que cada grupo comprará.
Nessa fase o registro é importante. Solicite para que eles anotem o nome do cliente e os produtos com os preços que foram adquiridos, a nota que cliente deu e o troco.
Após esta fase, quem era cliente passa ser vendedor. É um sucesso.

Exemplo de Matriz

Produtos
Preços unitários
Preço total
Dinheiro recebido
Troco
















*As demais aulas podem ser realizadas com encartes para fixação do conteúdo.

3 comentários:

Passou por aqui, comente e deixe sugestões para novas postagens. Um Blog cresce quando todos participam porque ...ninguém faz melhor do que todos nós juntos!!! Um abraço!
Professora Deoclides Carvalho